4 seriados para assistir se você ama Gilmore Girls

4 seriados para assistir se você ama Gilmore Girls

O fandom surtou por toda a internet assim que a Netflix anunciou que faria um revival de Gilmore Girls. Primeiro, o serviço de streaming adicionou todas as temporadas desta aclamada série da Warner Channel em uma pancada só, e prometeu mais quatro episódios de 90 minutos reunindo os icônicos personagens.

Eu, como fã maníaca pela série, imediatamente reassisti a todas as temporadas já me preparando para a nova. Se você ainda não conhece, a série retrata a dramática e hilária vida de Lorelai e Lorelai Gilmore… Sim, Lorelai e Lorelai, você leu certo. Lorelai Gilmore é a filha rebelde de Emily e Richard Gilmore, uma família rica de Hartford. Aos 16 anos, ela engravidou e saiu de casa para se virar sozinha porque não aguentava mais os pais decidindo a vida por ela e, quando a filhota nasceu, ela a chamou de Lorelai como uma homenagem a si mesma. Para fins de não torcer sua cabeça e te confundir, Lorelai segunda é apelidada de Rory – e o seriado retrata a vida de mãe e filha, como melhores amigas, na peculiar e tão amada cidade de Stars Hollow.

Se você, assim como eu, já viu e reviu essa série maravilhosa e não sabe o que assistir em seguida, vem comigo que te dou umas dicas! Selecionei mais quatro séries incríveis para indicar para vocês ?

 

1. Hart of Dixie

Falando em Stars Hollow, aqui vai a dica número 1 da nossa lista. Se você era fissurada em Gilmore Girls e queria muito saber onde raios ficava Star Hollow, lar desses personagens caricatos, você também se decepcionou quando descobriu que fica, na verdade, nos estúdios Warner…

Sim, gente, é uma cidade fictícia. E aí, quando surgiu este seriado sensacional chamado Hart of Dixie, o cenário sofreu uma repaginada para dar vida à também fictícia cidade de Bluebell – Alabama, onde a atrapalhada Zoe Hart, vivida por Rachel Bilson vai morar! Se você for assistir, preste atenção e me conte se você achou o mercado Doosey’s e a lanchonete do Luke também em Bluebell.

A série retrata a vida de uma estudante de medicina chamada Zoe Hart que, após se formar na faculdade, não consegue a residência dos sonhos no departamento de cardiologia do hospital de Nova York. Seus professores dizem que apesar de seu intelecto brilhante, falta um pouco de tato na hora de lidar com os pacientes, então recomendam que ela passe um tempo atuando como “family doctor” – que no Brasil seria um clínico geral.

Ler mais

NATAL: felicidade é bem que não se compra

NATAL: felicidade é bem que não se compra

Pensei em várias maneiras de vir desejar feliz Natal pra vocês, mas a gratidão é tanta que não consegui colocar em palavras. Hoje, no finalzinho dessa data especial, me deparei com uma crônica da nossa colaboradora-quase-jornalista-literária-e-escritora-incrível Camila Vieira… Que traduz exatamente a mensagem que eu gostaria de passar pra cada uma das minhas leitoras! O texto é tão lindo e cheio de sentimentos que merece ser compartilhado milhares de vezes. E é o que vou fazer aqui!

Espero que o coração de vocês também fique quentinho a cada frase, assim como o meu – e saibam que desejo todo o amor e felicidade que houver no universo pra começarmos o novo ano que vem chegando por aí. Feliz Natal, suas lindas! Fiquem com as palavras da Cams e levem os ensinamentos pra vida ❤️

 

Fonte: Jornal Marco – PUC Minas

 
 

Amiga, para de implorar migalhas!

Amiga, para de implorar migalhas!

texto-amor-comportamento-pare-de-implorar-migalhas-amor-proprio-desapego

Ok, pela quinta vez no ano você voltou a chorar por causa dele. Isso me corta o coração, me dá vontade de te colocar no colo e te consolar até você parar de chorar. Dá vontade de ir na casa dele, bater na porta e enfiar um murro daqueles na cara dele – mesmo sabendo que isso pode machucar a minha mão. Me dá vontade de te dar um cocão também por não conseguir sair desse ciclo vicioso de “fica bom/fica ruim”. Você precisa se colocar em primeiro lugar na sua vida de uma vez por todas!

Eu também já passei por isso e sei que esse vai e volta vai ser pouco produtivo pra vocês dois. Porque quem quer resolver, senta, conversa, explica e chega a algum ponto (sem muito drama, geralmente). Não fica esse chove não molha, não dá essa impressão de que, pra melhorar, as coisas tem que cair do céu. As coisas não melhoram magicamente, melhoram quando a gente está disposto a ceder pra elas darem certo. Você não precisa mudar, nem ele também! Mas se tem algo dando errado, vocês se adequem um ao outro ou então a coisa não vai pra frente mesmo.

Não dá pra te ver sem nenhuma estabilidade emocional e chorando pelas esquinas da cidade. É horrível ter que te consolar tantas vezes por assuntos que podem ser resolvidos de outras formas. Mas eu sei que falar é fácil e na prática é difícil. Só que a dica está aí. Você não precisa ligar pra ele todos os dias, não precisa implorar pra que ele compareça, não precisa implorar minutos de atenção pra contar como foi seu dia. Quem quer permanece e demonstra, apesar de qualquer correria. Você não precisa implorar migalhas, você é uma mulher! Não uma formiguinha indefesa.

Ler mais

CINEMA: Crítica do filme “Esquadrão Suicida”

<font color='#f21696'>CINEMA:</font> Crítica do filme “Esquadrão Suicida”

filme esquadrao suicida cinema resenha critica opiniao

“Após a aparição do Superman, a agente Amanda Waller está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos, para combater possíveis ameaças. Para tanto ela cria o projeto do Esquadrão Suicida, onde perigosos vilões encarcerados são obrigados a executar missões a mando do governo. Caso sejam bem-sucedidos, eles têm suas penas abreviadas em 10 anos. Caso contrário, simplesmente morrem. O grupo é autorizado pelo governo após o súbito ataque de Magia, uma das “convocadas” por Amanda, que se volta contra ela. Desta forma, Pistoleiro, Arlequina, Capitão Bumerangue, Crocodilo, El Diablo e Amarra são convocados para a missão. Paralelamente, o Coringa aproveita a oportunidade para tentar resgatar o amor de sua vida: Arlequina.”

 

Olá, queridas leitoras do nosso blog! Depois de algum tempo sem postar aqui (#saudade), hoje vim compartilhar com vocês minha opinião sobre o filme “Esquadrão Suicida” que, desde que entrou em cartaz no cinema, tem causado polêmica nas redes sociais… Lembrando que este post contém spoilers, então assista o filme primeiro, leia nosso post e compartilhe sua opinião nos comentários. Se você não se importa com spoilers, continue aqui comigo!

Bom, o filme começa mais ou menos no mesmo ponto em que terminou “Batman vs Superman”, ou seja, depois da morte do homem de aço. E aí começa toda uma discussão sobre o que a humanidade vai fazer se o próximo Super-Homem for na verdade um super terrorista. Nesse cenário aparece a Amanda Waller, interpretada pela Viola Davis arrasando, gente! Ela sugere ao pessoal que resolve as tretas lá nos EUA que já que não tem heróis, a saída seria montar um time de vilões pra salvar geral… Até porque, se alguma coisa der errado, é só colocar a culpa neles e o-k.

Então nós somos apresentados aos nossos protagonistas queridos: Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Magia (Cara Delevingne), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Amarra (Adam Beach), Katana (Karen Fukuhara) e El Diablo (Jay Hernandez).

esquadrao suicida suicide squad critica cinema

Ler mais

Sobre amor próprio e autoestima (ou a falta)

Sobre amor próprio e autoestima (ou a falta)

amor proprio autoestima espelho comportamento texto autoajuda

Demorei anos pra entender os motivos das minhas neuras comigo mesma. Era meu nariz que não era o mais bonito. Meu peso. Cabelo. Olhos. Boca. Cheiro. Menstruação. Pelos. E a parte psicológica? Bom, eu era uma menina não muito diferente das outras, mas minha cabeça estava sempre a mil por hora, e ninguém dava muita bola para os meus “dramas adolescentes”. Afinal, pro resto do mundo era só isso. Que bom que a gente cresce e amadurece, né? Ainda bem!

Mesmo com o fim da adolescência, eu continuei não me sentindo confortável comigo mesma. Na minha própria pele… Pensava que podia ser algo relacionado a baixa autoestima, que podia ser apenas coisa da minha cabeça, como eles diziam. Mas, pra todo lado que eu olhava, via mulheres num padrão de beleza quase inatingível – e um monte de propagandas tendenciosas que mostravam a gente como um grande troféu. Eu não era daquele jeito! Eu não sou daquele jeito.

Aquela pele bronzeada quase laranja, corpos sarados, aquelas mulheres sorrindo nas fotos comendo salada… Eu simplesmente não levo jeito pra isso. E, mesmo se eu levasse, ninguém ia ter nada a ver com isso! É a minha vida; minhas regras.

Ler mais



Renata Rocha ou Rê, 23 anos, mineira de BH. Estudante de jornalismo, trabalha em uma revista e é completamente apaixonada por escrever. Louca pelo universo feminino, ama falar sobre beleza e tudo relacionado à maquiagem, cabelos e unhas – o que faz há 5 anos neste blog. Pisciana com o coração do tamanho do mundo, vive de sonhos e palavras!




snapchat













Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.


Coloque seu e-mail e receba os posts do blog:



Long Prom Dresses UK
Get inspired from QueenaBelle's new style Prom Dresses UK. Browse the full dress collection of cheap prom dresses and evening dresses from queenabelle.co.uk.





Eu Sou do CBBlogers